Podes Levar a Lex Para Casa

Capa do Livro

Hoje inicio com uma promessa.

Até já pareço política! A história da Lex vai terminar em e-book, e pode ser tua. Já tem capa, mas ainda falta uns detalhes para encerrar este capitulo da Lex e a meditação.

O anuncio e e-book era para ser hoje, mas a saúde deu-me as voltas. Acontece, não é nada que uma boa noite não cure. Ah! já me esquecia do melhor, será gratuita.

Até Sábado!

Ilustrando páginas do livro

é pá!!! desculpa o meu ar desalinhado… sei sei que não tive por aqui no sábado passado…Mas tenho estado a estudar e a exercitar…

…coisas como composição de imagem e marketing. Mas…

tu queres ver é novidades , não é? Temos pois!…A primeira página da história do post já está terminada. Os esboços de toda a história estão feitos. Mas isto de passar os tons de cinzentos a cor está a dar algumas dores de cabeça.

Ora bem, como fiz este…er… deixa-me ver, primeiro li o texto. E como é a primeira página da história, pensei, que devia de ser algo que mostra-se o ambiente e o espaço da personagem.
Por isso, coloquei o espaço que ela habita. Como a história é sobre ela procurei definir o ponto de foco na Joaninha e depois mostrar o espaço, o olhar então vagueia para a casa dela, o segundo ponto de foco, e segue o curso de água e sai da imagem ou regressa à joaninha.

Que achas?
Bem, Por hoje de novidades..terminou! Não fiques tristes eu volto no próximo sábado.

Da fotografia ao quadro – Parte II

Muito sinceramente pensei que não ia ser possível escrever estas linhas hoje, a vacina do tal covid . Deixou-me doente, mas felizmente e finalmente melhorei.

Mesmo a tempo para pintar e terminar esta minha pêra habitada

O objectivo era dar uma percepção de profundidade com a cor… Acho que no geral consegui.

O que achas?

Da Fotografia ao quadro – Parte I

Tudo começou com a minha relutância a negligenciar os fundos. Não é que não os fizesse mas não estão tão ricos como eu gostaria de os ver. Por isso ao trabalho!

Depois da maratona de um sketch por dia com o Sketchdodia com ajuda do workout do schoolism de Iris Compiet. Não foi em todos mas foram quase todos regressamos para não fazer sketch , mas sim quadros.

A composição também entra neste enredo , por isso quando sai para fotografar já levava em mente o uso da regra do terços.

gosto de esboçar realmente a imergem para ter melhor das formas linhas e espaços que a constituem. Por isso a imagem que se segue:

Só depois as ideias começam a surgir ….

depois exploro cores..

Como podes ver….ainda não está terminado. Mas esta entrada no blog fica por aqui.

Continuo com mais novidades em 48horas..