Tag Archives: bdfemenina

jackie Ormes, a primeira cartoonista empresária

Esta semana estive quase a desistir de continuar este blog, quando ouvi criticas e talvez algumas verdades, sobre o modo de como escrevo. Pensei, pensei, e repensei! . Sei que a minha dislexia me expõe a estranhos desafios. Situação que devia ocultar.. E até já me convidaram a fazê-lo. Porque convínhamos, o que é supostamente diferente aterroriza os banais do mesmo.E eu ainda não consegui arranjar quem me ajude. Por isso apelo a tua humanidade e compreensão / compaixão para alguma maior aberração da minha mente criativa

E numa semana desafiante, nada mais que uma mulher fora da caixa à frente do seu tempo, assim foi Jackie Ormes. É sem duvida um mulher inspiradora e com sucesso. Teve uma vida pessoal com duas duras perdas, que não faço referência no texto abaixo. O seu pai, num acidente de automóvel quando Jackie tinha seis anos de idade e o seu filho de três anos, devido a um tumor. Mas esses golpes não a travaram e cresceu na sua arte como testemunha a sua história de carreira. Mas estou começara a história pelo o fim ….Vamos lá ao inicio.

1911
a 1929
Zelda Mavin Jackson nasceu na Pennsylvania, sendo mais conhecida pelo seu nome artístico Jackie Ormes.
Cedo decidiu que queria ser cartoonista e agiu de modo a chegar mais próximo do seu sonho. Exercendo funções no jornal da escola, participando com desenhos de caricaturas dos colegas, no livro de fim de curso, e escrevendo uma carta ao editor do Jornal Pittsburg Courier.
1930
a 1940
Termina a escola e consegue uma posição no Jornal Pittsburg Courier como revisora. Mais tarde Jornalista desportiva. E somente em 1937 publica finalmente, a sua primeira tira da serie Torchy Brown In Dixie to Harlem. Sendo uma publicação continua, até ao fim do contrato em 1940.
1942 a 1945Em 42 muda-se para Chicago e começa a escrever para o Jornal Chicago Deffender. Neste jornal, publica a tira da serie, Candy. Jackie usa personagem Candy, para questionar e ou expor as condições de trabalho e os baixos ordenados que este publico é alvo.
1945 a 1956Jackie volta a trabalhar para o jornal Pittsburg Courier, com uma nova serie, a tira Patty-Jo ‘n’ Ginger . Aqui Jackie usa a voz da Patty-Jo para fazer criticas sociais e politicas.
Em 1950, dá inicio a uma nova serie Tochy in Heartbeats.
Jackie nesta serie cria histórias fazendo referência a assuntos que expressavam a falta de seriedade politica, as questões ambientalistas, ou as referencia sobre as desigualdades sociais.
Em 1956 reforma-se devido à artrite reumatóide.
Brinquedos com os seus personagensO personagem Patty-Jo foi um sucesso e deu a Jackie uma posição financeira invejável. Como documenta o artigo de 1953 que existe no youtube. E assim nasceram as primeiras bonecas pretas .
Jackie apreciava a moda.Partilhou com o seu publico esta paixão através do brinquedo de bonecas de papel, as Torchy Togs.
PrémiosNational Association of Black Journalist Hall of Fame
Will Eisner Comic Industry Hall of Fame

Digo-vos que muita coisa ficou por dizer nesta senhora. Mas quero aqui deixar um retrato do seu trabalho.
Regresso no próximo sábado com a minha habitual recriação. Fica bem.

Edwina Dumm Cartoonista de um século

1893 – Nasce em Ohio.
Aprende ilustração com o curso de ilustração da Landon School of illustrating and cartooning
1915 – inicia-se no Jornal Daily Monitor para realizar caricaturas politicas


1918 – Sai o primeiro seu comic que foi um sucesso constante durante toda a sua carreira, Cap Stubbs and Tippie

1919 a 1960 – Desde 1918 o sucesso de Tippie é crescente o de Cap Stubbs nem tanto. O Tippie passa a ser o personagem principal.

1960 -Neste ano é publicado um livro dedicado a Tippie mas com o nome de Sinbad.
O seu comic torna-se presença habitual nas revistas como a Life e London Tatler

1931 a 1969 – não achei o registo da publicação do livro, mas devido a existir várias edições parece-me que é publicado desde 1931. E teve algumas modificações nas ilustrações também feito pela Edwina em publicações posteriores. Livro de poesia do seu irmão.

1966 – Reformou-se com 73 anos, mas continuou a pintar e a desenhar. Tinha como passatempo ir desenhar pessoas no metro ou em cafés que frequentava.

1978 – É a primeira mulher a receber o prémio Gold Key Award da (Sociedade Nacional de Cartoonistas) National Cartoonists Society.

Morre aos 97 anos em abril de 1990

Edwina Dumm é uma verdadeira inspiração. Por isso vou dar mais um bocadinho de tempo a ela. E vou inspirar-me no seu trabalho para…no próximo sábado eu exponho o resultado da inspiração.
Sim já é tarde …por isso nada mais por hoje digo. ..e tem uma boa semana!


fonte da informação:

Edwina Dumm: Digital Exhibit | Biography (osu.edu)

Edwina Dumm – Lambiek Comiclopedia

Marie Duval, a Ilustradora vitoriana

Marie Duval chamava-se na verdade Isabelle Émilie de Tessier e foi uma ilustradora cartoonista que viveu De 1847 a 1890. Fez trabalhos para revistas de comics da época. As histórias com o personagem Ally Slopper tiveram tanto sucesso entre o publico que criaram uma revista só com as suas aventuras.
Isabelle Tessier também foi atriz e autora do livro ,Queens and Kings and Other Things (1874), imagem á direita, com o pseudónimo The Princess Hesse Schwartzbourg.

Após ter casado continuou o seu trabalho de ilustração, com o seu marido , Charles Henry Ross. Este ultimo depressa abandonou a ilustração, ficando a mesma a cargo da Isabelle Tessier. No entanto é dado como criação de ambos o personagem, Ally Slopper, uma caricatura vitoriana. Para além dessenhar o Ally Slopper, Tessier fez ilustrações também paginas completas para revistas e desenhou outros comics.
Tessier morreu 1890 e Ross em 1897.
Ally Slopper, sobreviveu mais uns anos que os seus criadores
Foi ilustrado por William Baxter(1884), W. Fletcher Thomas(1890), C.H. Chapman(1916).

Desta vez eu em vez de pesquisar imagens, preferi refazer um dos Ally Slopper. Mas depois feita a investigação mais pormenorizada, desconfio fortemente que a versão que fiz não é de Marie Duval mas sim a versão dos ilustradores William Baxter ou do W. Fletcher Thomas.Esta mania de não assinarem dá nisto!
Por aqui o frio continua apertar. Por isso despeço-me antes que congele.BRRR Volto no sábado se não for antes!
Fica bem! E agasalha-te!

Fonte da informação e imagens: Wikipedia, Abebooks, pinterest

« Entradas Mais Antigas